Copywriting para o sucesso das marcas Parte 3

Dicas para copywriting

Já descrevemos a utilidade do copywriting para as empresas, e mesmo para os governos e instituições, portanto, o nosso foco agora será dar algumas sugestões úteis para quem se queira dedicar a este tipo de trabalho.

Escrever não é apenas talento. É também habilidade e trabalho árduo.

Quer escreva para um website, um blogue, ou uma webzine, precisa de se concentrar no público, na plataforma e nas metas. Terá ainda de procurar seleccionar as palavras certas para manter o seu público envolvido. Terá de ser persuasivo e convincente. E não esqueçamos, o mais provável é que também tenha de se preocupar com questões de SEO!

Vejamos como poderá obter melhores resultados e criar uma “copy” que o ajudará, e em última análise aos seus clientes, a ter mais sucesso.

u

O que poderá então fazer antes de escrever?

Identificar tópicos populares e perguntas frequentes

Mesmo um escritor interno poderá não ter toda a informação, por isso a pesquisa é sempre fundamental.

Identificar os tópicos mais populares e tentar prever as perguntas mais frequentes dos seus utilizadores é uma óptima forma de planear e organizar os seus conteúdos. Quando tiver reunido estes dados, poderá desenvolver conteúdos que ofereçam ainda mais valor aos seus leitores.

Também é possível aproveitar as redes sociais para descobrir as preferências dos seguidores, estilo de vida, etc.

Encontrar padrões de dados de vendas

Há uma grande quantidade de dados disponíveis ao pesquisar os padrões de vendas. Isto pode ser especialmente útil se se concentrar principalmente nas fontes mais fidedignas ao recolher dados e estatísticas.

Aproveitar as avaliações dos utilizadores

Descobrir o que os consumidores dizem sobre o produto, que benefícios destacam, e tentar determinar o valor que o produto tem para eles e a forma como o produto melhorou as suas vidas.

Optimizar o seu conteúdo com elementos visuais

Não tenha receio de usar imagens! Vivemos num mundo com enormes quantidades de informação permanentemente disponíveis e uma falta considerável de tempo livre. Isto acaba por ser demasiado absorvente e, consequentemente, tornámo-nos cada vez mais “visuais”.

Utilizar vídeos, imagens, ou infográficos aumenta o tempo que os seus leitores passam na sua página e poderá mesmo levá-los a partilhar os seus conteúdos ou as suas imagens nas redes sociais.

Não se iluda, o copywriting é um trabalho stressante!

Além de todas as etapas e estratégias envolvidas, há também prazos a cumprir, estamos constantemente preocupados com a qualidade do nosso trabalho e se os nossos textos serão aprovados, etc.

Vejamos agora como poderá tornar a leitura dos seus textos mais agradável!

Boa estrutura

Estruturar o conteúdo da forma mais ordenada possível. Lembre-se de que o público irá apenas dar uma vista de olhos antes de ler completamente. Apenas uma percentagem muito pequena das pessoas lê um artigo palavra por palavra.

Não se concentre apenas no assunto principal dos seus conteúdos, concentre-se nos títulos e nas introduções. Concentre-se no que os seus leitores pretendem e dê-lhes informação sobre aquilo que pretende transmitir nos títulos e subtítulos. As pessoas tendem a tentar absorver informação rapidamente. Portanto, poderá desenvolver mais essas ideias em parágrafos maiores, e as pessoas que estiverem interessadas, irão então ler o texto na íntegra.

Os títulos e subtítulos devem mostrar ao público que aquilo que lhes está a dizer é realmente do interesse deles. Lembre-se de que estes são os primeiros elementos que o leitor vê, por isso, é aqui que precisa de os cativar!

Pequenos parágrafos com uma mensagem clara

Os seus visitantes darão apenas uma vista de olhos aos parágrafos maiores porque pretendem encontrar rapidamente a informação de que necessitam. As secções grandes do texto são cansativas, por isso, divida parágrafos maiores em secções mais curtas e introduza-as com a ideia ou pergunta principal.

Regra geral, quanto mais espaço vazio entre as secções de texto, melhor será a experiência do utilizador! Não se esqueça de ser conciso e claro para transmitir a sua mensagem com o mínimo de “poluição” possível.

Subtópicos, palavras-chave destacadas, marcas de lista e numeração

Inclua subtópicos e destaque palavras importantes no seu artigo. Os utilizadores que procuram um determinado tópico verão rapidamente que os seus conteúdos poderão conter as respostas que procuram.

Divida secções mais longas com marcas de lista ou números sempre que o conteúdo possa ser listado, em vez de escrever parágrafos compactos — por exemplo, ao dar instruções ou sugestões.

As listas irão compensar visualmente as secções maiores de texto e tornarão o seu artigo mais legível.

Se pensa que o facto de os leitores não lerem os seus conteúdos na íntegra é prejudicial, está redondamente enganado! O que deverá fazer é ajudá-los a dar uma vista de olhos ao seu texto mais facilmente. Ajudá-los a detectar rapidamente os pontos de interesse é o que lhe permitirá captar a sua atenção para o restante e tornar a sua mensagem mais fácil de assimilar.

Incluir chamadas para a acção (Call-to-action ou CTA)

Num cenário ideal, os utilizadores encontram a sua página porque estão à procura de algo específico, e a sua página, potencialmente, contém repostas àquilo que procuram.

As CTA são a melhor forma de mostrar aos visitantes que vale a pena ler o seu artigo, porque este poderá dar-lhes respostas. Use imagens, ligações, botões ou verbos de acção para convidar os leitores a ler mais.

Ao concentrar-se nas necessidades do seu público e mostrar-lhe como é capaz de ajudá-lo, pode criar conteúdos mais eficazes e envolventes. Isto irá melhorar a taxa de conversão dos seus textos, mas também as suas visualizações de página.

Colocar os leitores em primeiro lugar

Pode pensar em SEO, mas dê prioridade às pessoas, não ao Google. O seu foco principal deve ser escrever textos úteis, informativos e divertidos para os seus leitores humanos. Dar prioridade aos seres humanos significa considerar as suas necessidades e a forma como a sua copy poderá beneficiá-los.

Além disso, deve dar sempre prioridade à legibilidade. Os seus conteúdos podem ser perfeitos para o ranking nos motores de busca, mas se não forem legíveis porque se concentrou demasiado nas palavras-chave, está destinado ao fracasso.

As pessoas devem compreender a mensagem que pretende transmitir-lhes, e uma excelente escolha de palavras-chave não servirá para nada se não transmitir a mensagem.
Concentre-se numa questão ou problema, ou numa declaração, com a qual o seu público-alvo esteja familiarizado. Faça com que os leitores se identifiquem com aquilo que escreveu e se sintam compreendidos durante a leitura.

Não pode escrever apenas quando está inspirado

Infelizmente, não podemos simplesmente ficar à espera que a criatividade nos atinja, nem podemos escrever apenas quando sentimos que temos uma palavra a dizer sobre o tema.

Podemos até ter muito a dizer numa fase inicial, mas, mais cedo ou mais tarde, as ideias irão esgotar-se. Por isso, continue a escrever regularmente, de preferência cumpra um horário, e procure activamente ideias sobre as quais possa escrever.

A “musa” nem sempre nos visita, temos de ser nós a lutar para encontrar a inspiração.

Sugestões e conselhos

Para terminar, deixo-vos algumas dicas adicionais rápidas e recursos úteis para o copywriting. Há sempre espaço para melhorar!

  • Use frases curtas e vocabulário simples
  • Utilize subtítulos claros e directos
  • Use linguagem descritiva que crie imagens na mente dos leitores
  • Toque as pessoas, faça com que se imaginem com o produto
  • Use um tom de conversação ou até mesmo amigável
  • Seja persuasivo e envolvente
  • Não seja vago, não seja demasiado óbvio
  • Lembre-se de que as pessoas compram porque querem, não porque precisam
  • Não tenha medo de começar, podemos fazer todos os ajustes necessários mais tarde, numa fase inicial de brainstorming não existem más ideias

Cursos de Copywriting online gratuitos (em inglês)

Deixe-nos um comentário caso ponha em prática alguma das nossas dicas ou experimente um dos recursos sugeridos.

Sobre o nosso blogue

Aqui, exploramos temas que nos são queridos e relevantes. Sérios, mas com um toque de humor e apimentados pela nossa paixão pela escrita! Conheça-nos “nos bastidores” e partilhe a sua opinião através dos comentários!

About our blog

This is where we explore topics that we hold dear or that are relevant. Serious, with a hint of humor and spiced up by our passion for writing! Get to know us “behind the scenes” and share your opinion in the comments section!

Categorias

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Leia mais

Leia mais

Metalinguagem simplificada

Metalinguagem simplificada

Através da linguagem, os humanos são capazes de transmitir e receber informação objectiva sobre o mundo que os rodeia. A metalinguagem não está relacionada apenas com a terminologia, mas também com a forma como falamos e o com impacto da forma como o fazemos para sermos bem-sucedidos na nossa comunicação quotidiana.

read more

Read more

Read more

Metalinguagem simplificada

Metalinguagem simplificada

Através da linguagem, os humanos são capazes de transmitir e receber informação objectiva sobre o mundo que os rodeia. A metalinguagem não está relacionada apenas com a terminologia, mas também com a forma como falamos e o com impacto da forma como o fazemos para sermos bem-sucedidos na nossa comunicação quotidiana.

read more

Pin It on Pinterest

Share This