Inteligência Social: como dominar a arte das ligações humanas

A Inteligência Social (IS) é a capacidade de compreender e interagir eficazmente com os outros nas variadas situações sociais. Envolve competências como a empatia, a comunicação, a colaboração e a influência ou persuasão. A inteligência social está estreitamente relacionada com a inteligência emocional, que é a capacidade de reconhecer e gerir as suas próprias emoções e as dos outros.

Inteligência social significa ser capaz de:

  • escutar activamente os outros e responder com perguntas e comentários pertinentes,
  • escolher as palavras e o tom de voz adequados para transmitir uma mensagem sem ofender ou magoar os outros,
  • empatizar com as pessoas e compreender os seus sentimentos e perspectivas,
  • gerir as próprias emoções e lidar com o stress e os desafios de uma forma positiva,
  • resolver conflitos e negociar com os outros de forma respeitosa e colaborativa,
  • motivar-se a si próprio e a terceiros para atingir objectivos pessoais e colectivos,
  • adaptar-se a diferentes contextos sociais e culturais e apreciar a diversidade,
  • liderar e influenciar os outros de uma forma construtiva e ética.

Porque é que a inteligência social é importante?

A inteligência social não é apenas importante na nossa vida pessoal, mas também para o sucesso e bem-estar profissional. Pode ajudar a construir melhores relações, a melhorar a comunicação e a alcançar maior sucesso na vida, bem como no trabalho.

Como podemos ver, esta é uma competência valiosa que pode ajudar a relacionarmo-nos com os outros e a atingirmos os nossos objectivos pessoais e profissionais.

A inteligência social pode ajudar a:

  • Construir uma relação de confiança com os outros
  • Influenciar e persuadir os outros a atingir objectivos
  • Resolver conflitos e negociar soluções vantajosas para todos
  • Colaborar e cooperar com terceiros numa equipa
  • Aprender com as pessoas e ampliar os próprios conhecimentos
  • Aumentar a auto-estima e a confiança
  • Reduzir o stress e melhorar o humor

As pessoas com uma IS elevada costumam ser curiosas e ter uma mente aberta em relação aos pensamentos, sentimentos e experiências dos outros.
.
Normalmente, mostram interesse e apreço genuínos pelas outras pessoas. Escutam activa e atentamente e sabem expressar as suas próprias emoções de forma adequada e respeitosa. Podem ser peritos em ajustar o seu estilo de comunicação e comportamento para se adequarem a diferentes situações.

Estas são as características dos bons trabalhadores de equipa e dos bons líderes!

Alguns exemplos de líderes considerados socialmente inteligentes são Nelson Mandela, Oprah Winfrey e Barack Obama. São conhecidos pelo seu carisma, empatia e influência sobre milhões de pessoas.

A IS pode melhorar as competências de liderança de muitas formas, tais como:

  • Criar confiança e relações com seguidores, pares, etc.
  • Inspirar e motivar os outros a alcançar uma visão e objectivos comuns
  • Adaptar-se a diferentes personalidades, culturas e contextos
  • Resolver conflitos e gerir emoções difíceis
  • Reforçar a criatividade e a inovação através de perspectivas e feedback diversificados
  • Desenvolver uma cultura de trabalho positiva e produtiva

Então, como pode melhorar a sua IS?

A inteligência social não é uma característica fixa que nasce connosco. É uma competência que pode ser aprendida e melhorada com a prática e o feedback.

Se seguir as nossas dicas, pode melhorar a sua inteligência social e dominar a arte da ligação humana:

  • Observe e oiça os outros. Preste atenção à sua linguagem corporal, tom de voz, expressões faciais e emoções. Tente compreender a sua perspectiva, necessidades e motivações. Faça perguntas abertas e, por vezes, repita o que eles dizem mas por palavras suas para mostrar que está a ouvir e tem interesse.
  • Empatize e valide os outros. Coloque-se no lugar deles e tente sentir o que sentem. Expresse a sua empatia e compaixão por meio de palavras e acções. Valide os sentimentos e opiniões, mesmo que não concorde. Evite julgar, criticar ou culpar.
  • Comunique e exprima-se claramente. Utilize a linguagem, o tom e os gestos adequados para transmitir a sua mensagem. Seja assertivo, mas não agressivo. Exprima as suas opiniões, sentimentos e necessidades de forma respeitosa e honesta. Evite sarcasmos, insultos ou comentários passivo-agressivos. Dê feedback construtivo e elogie quando apropriado, mas sem falsidade.
  • Adapte-se e ajuste-se a diferentes situações. Seja flexível e mantenha uma mente aberta. Reconheça que pessoas e culturas diferentes podem ter normas, valores e expectativas diferentes. Ajuste o seu comportamento e estilo de comunicação em conformidade. Seja respeitoso e educado para com todos. Evite estereótipos e preconceitos.

  • Aprenda e cresça com as suas experiências. Os erros são inevitáveis e fazem parte do processo de aprendizagem. Em vez de remoer ou sentir-se envergonhado, use-os como feedback e como oportunidade de melhoria. Pergunte a si próprio o que pode fazer de diferente da próxima vez e como pode crescer com a experiência. Procure feedback de terceiros e reflicta sobre os seus pontos fortes e fracos. Identifique as áreas que precisa de melhorar e estabeleça objectivos realistas. Procure oportunidades para praticar e aplicar as suas competências.
  • Aceite que vai ficar nervoso. A ansiedade é um obstáculo comum à socialização, mas pode ser ultrapassada com exposição e prática. Não deixe que o medo o impeça de experimentar coisas novas e conhecer pessoas novas. Lembre-se que todos nós cometemos erros e nos sentimos embaraçados em certas situações.
  • Pratique as suas competências sociais o mais frequentemente possível. Quanto mais praticar, mais confiante e confortável se sentirá. Pode praticar com pessoas que já conhece, como familiares, amigos ou colegas de trabalho, ou com estranhos, como os funcionários do supermercado, os empregados de mesa ou os vizinhos. Também pode juntar-se a clubes, aulas ou grupos dentro dos seus interesses e que ofereçam oportunidades de interagir com outras pessoas.

  • Deixe de se escudar em comportamentos de segurança. Os comportamentos de segurança são coisas que fazemos para evitar ou reduzir a ansiedade em situações sociais, como verificar constantemente o telemóvel, evitar o contacto visual ou ensaiar o que vamos dizer. No entanto, estes comportamentos podem tornar-nos ainda mais ansiosos e menos sociáveis a longo prazo. Tente desafiar-se a abandonar os seus comportamentos de segurança e a enfrentar os medos “cara a cara”.
  • Peça feedback e apoio a outras pessoas. Por vezes, pode ser útil obter uma perspectiva externa sobre as suas competências sociais e desempenho. Pode pedir a alguém em quem confie, como um amigo, familiar ou terapeuta, que dê feedback honesto e construtivo sobre os seus pontos fortes e áreas a melhorar. Pode também pedir-lhes conselhos, dicas ou encorajamento.

Para saber mais, dê uma vista de olhos à nossa sugestão de leitura:

https://www.institutocriap.com/blog/psicologia/o-conceito-e-as-teorias-de-inteligencia-emocional

Na Verbarium, usamos a inteligência social para criar uma relação com os nossos clientes. Somos uma equipa de profissionais de tradução dedicada que se preocupa com os clientes e projectos. Mantemo-nos fiéis a nós próprias e aos nossos valores.

Não damos prioridade às vendas em detrimento da qualidade e respeitamos sempre a visão dos nossos clientes, do princípio ao fim. É por isso que somos mais do que uma empresa de tradução, somos uma boutique de tradução.

Veja o que podemos fazer por si hoje: https://verbarium-boutique.com/servicos-linguisticos/

Sobre o nosso blogue

Aqui, exploramos temas que nos são queridos e relevantes. Sérios, mas com um toque de humor e apimentados pela nossa paixão pela escrita! Conheça-nos “nos bastidores” e partilhe a sua opinião através dos comentários!

About our blog

This is where we explore topics that we hold dear or that are relevant. Serious, with a hint of humor and spiced up by our passion for writing! Get to know us “behind the scenes” and share your opinion in the comments section!

Tags

abrandar (2)acordo ortográfico (3)agência de tradução (2)AI (2)aprendizagem automática (3)artificial intelligence (1)Assertividade (1)audience (1)audiência (3)auto-cuidado (1)automatic translation (1)bem-estar (2)brief (4)burnout (3)CAT tools (5)challenges (1)challenges of the translator (1)computer-aided translation (1)controlo de qualidade (3)copy de marketing (3)copywriting resources (1)criatividade (3)desafios do tradutor (2)Desempenho (2)Desenvolvimento (2)Development (1)dicas (5)discurso público (3)diversity (2)Emotional intelligence (2)envolvimento social (2)equilíbrio entre trabalho e vida pessoal (1)erros de tradução (3)fear (1)ferramentas de gestão da tradução (4)freelancer (5)Freelancing (1)Gestão (2)gestão do tempo (1)glossários (2)human translation (1)ikigai (2)inteligência artificial (3)Inteligência emocional (2)keywords (1)language (2)Leadership (3)legal translation (1)Liderança (2)linguagem (4)Local de trabalho (2)machine-translation (2)machine learning (1)Management (1)marketing (7)marketing copy (1)medo (3)mindfulness (3)MTPE (4)orientações pessoais (2)palavras-chave (2)Performance (1)processo criativo (4)Profissão (1)proofreader (1)public speech (1)quality control (1)recursos de copywriting (2)remote working (1)resources (1)revisor (2)ritmo de vida (2)SEO (2)serviços de tradução (3)slow living (2)social engagement (3)sworn translation (1)teamwork (3)tecnologias de tradução (4)terminologia (2)tips (2)trabalho de equipa (2)tradutores profissionais (3)tradução assistida por computador (2)tradução automática (2)tradução juramentada (2)tradução jurídica (2)tradução técnica (2)translation agency (1)translation errors (1)translation management tools (1)translation services (1)translation technologies (1)wellness (3)work-life balance (1)Workplace (2)

0 Comments

Gostou deste artigo?
Inscreva-se na nossa newsletter

Receba informações sobre as ofertas e novidades que temos para si, e fique a par da publicação de novos artigos de interesse no nosso blogue.

    Did you like the article? Subscribe to our newsletter

    Receive information about the offers and news we have for you and keep up-to-date with new blog publications that suit your interests.

      Leia mais

      Leia mais

      Gerir o tempo: como ter tempo para a família e porquê?

      Gerir o tempo: como ter tempo para a família e porquê?

      Por vezes, trabalhamos mais do que o necessário devido a factores externos ou internos, como a pressão dos outros, prazos irrealistas, lealdade para com os nossos colegas ou chefes, ou mesmo como forma de escapar a problemas pessoais. No entanto, isto pode levar a mais stress e ressentimento, ou mesmo ao burnout. Por isso, é importante perceber porque é que estamos a trabalhar mais do que o necessário e estabelecer limites saudáveis.

      read more
      Porque dizer “não” é positivo

      Porque dizer “não” é positivo

      Claro que dizer não nem sempre é fácil ou confortável. Pode ser desafiante e incómodo, especialmente se não estivermos habituados a fazê-lo ou se enfrentarmos resistência ou pressão por parte dos outros. Mas também não é impossível nem rude. É possível dizer não de uma forma educada e respeitosa, sem magoar ou ofender ninguém.

      read more

      Read more

      Read more

      Gerir o tempo: como ter tempo para a família e porquê?

      Gerir o tempo: como ter tempo para a família e porquê?

      Por vezes, trabalhamos mais do que o necessário devido a factores externos ou internos, como a pressão dos outros, prazos irrealistas, lealdade para com os nossos colegas ou chefes, ou mesmo como forma de escapar a problemas pessoais. No entanto, isto pode levar a mais stress e ressentimento, ou mesmo ao burnout. Por isso, é importante perceber porque é que estamos a trabalhar mais do que o necessário e estabelecer limites saudáveis.

      read more
      Porque dizer “não” é positivo

      Porque dizer “não” é positivo

      Claro que dizer não nem sempre é fácil ou confortável. Pode ser desafiante e incómodo, especialmente se não estivermos habituados a fazê-lo ou se enfrentarmos resistência ou pressão por parte dos outros. Mas também não é impossível nem rude. É possível dizer não de uma forma educada e respeitosa, sem magoar ou ofender ninguém.

      read more

      Pin It on Pinterest

      Share This

      Pedido de Orçamento

      Preencha o formulário abaixo para solicitar um orçamento gratuito. Enviaremos a nossa proposta com a maior brevidade possível.

        Nome*

        Empresa

        E-mail*

        Confirmar e-mail*

        Nº telefone

        NIF

        Serviço pretendido

        Prazo de entrega

        Mensagem (opcional)

        * Preenchimento obrigatório

        Pedido de Orçamento

        Preencha o formulário abaixo para solicitar um orçamento gratuito. Enviaremos a nossa proposta com a maior brevidade possível.

          Nome*

          Empresa

          E-mail*

          Confirmar e-mail*

          Nº telefone

          NIF

          Serviço pretendido

          Prazo de entrega

          Mensagem (opcional)

          * Preenchimento obrigatório

          Request Quote Form

          Fill out the form below to request a free quote. We will send you our proposal as soon as possible.

            Name*

            Company

            Email*

            Confirm email*

            Phone No

            VAT No

            Service

            Deadline

            Message

            * Mandatory fields

            Request Quote Form

            Fill out the form below to request a free quote. We will send you our proposal as soon as possible.

              Name*

              Company

              Email*

              Confirm email*

              Phone No

              VAT No

              Service

              Deadline

              Message

              * Mandatory fields